Primeira namorada de Freddie Mercury relembra o momento em que percebeu que ele era gay

A primeira namorada de Freddie Mercury revelou o momento estranho quando de repente percebeu que o cantor era gay. Rose Pearson, uma artista que agora atende pelo nome de Rose Rose, abriu seu coração sobre seu relacionamento com o vocalista do ‘Queen‘ em um novo documentário intitulado “A Life in 10 Pictures”.

Ela conta que estava com o cantor no Museu Victoria e Albert, em Londres, quando percebeu que o interesse de Mercury por nus masculinos foi claramente “além da apreciação da arte”. “Fomos ao V&A e vimos as fotos de Eadweard Muybridge de homens lutando nus”, disse. “Eu vi que ela estava apaixonado de modo que ia além da apreciação de arte. Então nós fomos ver Women in Love [filme britânico de 1970] e ele ficou estupefato na cena de luta. Ele queria ficar no cinema para ver tudo de novo. Meu sangue gelou, não porque era um filme ruim, mas pelo que isso significava”.

Pearson conheceu Mercury enquanto estudava na Ealing Art College, antes da formação do Queen e quando ele ainda se chamava Farrokh Bulsara. Ela descreveu seu relacionamento com o músico como “físico e emocional”, admitindo que tinha sentimentos maternais em relação a ele. Mas depois de ver sua reação por nus masculinos, ela sabia que não poderia continuar vivendo uma mentira e decidiu terminar com o artista.

Eu soube que não éramos a pessoa certa um para o outro e que ele queria, desesperadamente, um relacionamento com um homem”, afirmou ao Radio Times. Por fim, Pearson garante que Mercury ficou arrasado com a separação, pois “ele não esperava por isso”.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!