Pheeno TV: Apollo Raposa revela lado sombrio do pornô gay: “Muitos fazem filmes em troca de drogas”

Será que o meio pornô é um país das maravilhas?! Apollo Raposa afirma que não! Ele revela que as pessoas tentam derrubar as outras na área do entretenimento adulto, conta que nem todas as produtoras tomam cuidados devidos em relação ao HIV e ainda é categórico em dizer: existem atores que entram para o ramo e acabam viciados em drogas.

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!