Presidiários mexicanos criam conta conjunta no OnlyFans; perfil possui mais de 70 vídeos publicados

O OnlyFans tem se tornado mais popular nos últimos meses, à medida que seu número de assinantes aumenta, assim como seu número de criadores. Embora celebridades e influenciadores sejam os principais criadores de conteúdo da rede social, nos últimos dias usuários notaram uma conta na plataforma que pertence a um grupo de presidiários de um Centro de Reintegração Social (CERESO) no México. Tá passada?!

O perfil, chamado de @internos_cereso (prisioneiros da CERESO), oferece fotos e vídeos de nudez e encontros sexuais que os detentos têm na prisão. Seus fãs podem pagar $ 5,99 por mês, com taxas reduzidas e descontos para assinaturas mais longas. Além de se comunicar com os meninos por Telegram ou Twitter. Após a história viralizar na internet, o Twitter deletou o perfil responsável por promover o conteúdo explícito dos presidiários. Já a página no OnlyFans continua ativa! Nesta terça-feira (06/04), por exemplo, havia 78 vídeos e 73 fotos publicadas no perfil. 

Os detentos dizem que o objetivo é distribuir conteúdo erótico para comprar o que precisam lá dentro. Ainda não se sabe em qual unidade prisional o conteúdo é feito. A Polícia segue investigando o caso.

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!