Diretor de ‘300’ afirma que Warner Bros rejeitou nova sequência do filme centrada em romance gay

Zack Snyder, diretor do filme ‘300’ (2006) e produtor/roteirista da continuação ‘300: A Ascensão do Império’ (2014), revelou que a Warner Bros barrou a proposta para uma terceira parte da franquia. De acordo com o cineasta, o roteiro do longa girava em torno do romance entre Alexandre, O Grande e seu general Heféstio. No entanto, os executivos do estúdio não gostaram não ideia.

Durante a pandemia, eu tinha um acordo com a Warner e escrevi o que seria essencialmente o capítulo final de 300. Mas, quando sentei para escrever, escrevi um filme diferente“, contou ele podcast The Playlist.Eu escrevi sobre Alexandre, o Grande, e virou essa história sobre ele e Heféstio. Seria uma história de amor. Então, não seria um terceiro filme”, completou Snyder. “Havia um conceito e seria ótimo. Se chama ‘Sangue e Cinzas’, é uma linda história de amor e tem uma grande guerra. Eu amaria fazer, mas WB disse não… você sabe, eles não são meus fãs. É o que é”, finalizou o diretor.

Alexandre, o Grande, teve no amigo de infância Heféstion o seu maior parceiro durante a vida. Estudiosos da época e contemporâneos interpretam a profunda conexão entre os dois, que seguiram juntos na vida adulta, como uma relação amorosa. Heféstion chegou a ser nomeado como comandante da cavalaria do rei. Após a morte do companheiro, Alexandre teria até ficado dias sem comer e beber.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!