Homem trans admite que tinha aversão a travestis: “Fui criado na igreja. Era algo demoníaco”

Conversamos com o jovem Samuel Augusto, de 20 anos! Ele se entende atualmente como um homem trans, mas já passou pela fase, como ele mesmo diz, de “lésbica bissexual” e depois “sapatão caminhoneira“. Mas assume que foi difícil se aceitar como uma pessoa trans, já que foi criado na igreja evangélica, onde foi ensinado que travestis eram demoníacas e abomináveis!

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!