Jogadora da Seleção se desculpa por dizer que Paulo Gustavo vai para o inferno por ser homossexual

A atacante do Palmeiras e da Seleção Brasileira de Futebol, Chú Santos, divulgou um vídeo nas redes sociais, neste domingo (09/05), pedindo desculpas por ter ofendido o ator Paulo Gustavo, que morreu na última semana vítima da Covid-19, aos 42 anos. Em um post no Facebook, a atleta afirmou que o comediante “iria para o inferno” por ser “umbandista, ator e homossexual“. 

 A jogadora se deparou com uma publicação no Facebook que alertava que o coronavírus não distingue raça, orientação sexual ou religião. “Irmão Lázaro: Evangélico, cantor gospel, servo de Deus. Paulo Gustavo: Umbandista, ator e homossexual. Ambos levados pelo mesmo vírus. Aqui nesse mundo somos apenas carne. Não é sua religião que vai te salvar da morte. Então preocupe-se mais com o seu caráter e sua essência, seja bondoso e humilde”, diz o texto da publicação. Em resposta à postagem, Chú escreveu: “Blz, morreram pelo mesmo vírus, a diferença é: que um Lázaro foi para o Céu e Paulo Gustavo para o Inferno”.

O comentário causou indignação entre torcedores e algumas jogadoras da seleção e de outros clubes brasileiros. Marta foi uma das primeiras a se posicionar. “Não julguem. Só Deus pode julgar, tá? Ninguém sabe o dia de amanhã, não é isso? Ninguém pode julgar ninguém: quem vai para o céu, para o inferno. Isso aí é com Deus“, disse a jogadora. Kika Brandino, atleta do Grêmio, também se manifestou: “Religião não é desculpa, LGBTfobia é crime“.

Após a repercussão, Chú publicou em suas redes sociais um vídeo pedindo desculpas: “Da mesma forma que tive peito de ir lá e comentar no facebook, também tenho peito de vir aqui me desculpar. Pode ter certeza que não vai mais acontecer, foi um impulso e acabou gerando esse comentário. Quero pedir desculpas a todos vocês, se atingiu vocês de alguma forma. Peço desculpas e quero que vocês me perdoem“. O Palmeiras usou sua conta no Twitter para se manifestar sobre o assunto. “A atleta Chú se manifestou de maneira equivocada em sua rede social, reconheceu o erro e prontamente se desculpou. O assunto foi tratado internamente e a atleta foi orientada para adequação de seu comportamento“, publicou.

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!