Rio receberá US$ 50 mil de fundo internacional para programa de combate à Covid-19 voltado a LGBTs

O Rio de Janeiro é uma das 18 cidades selecionadas para participarem do projeto “Partnership for Healthy Cities: Covid-19 Response” (em português: “Parceria para Cidades Saudáveis: Resposta para a Covid-19“). A iniciativa, liderada pela Bloomberg Philanthropies e promovida em parceria com a Organização Mundial da Saúde e a Vital Strategies, concederá a cada uma das cidades participantes até US$ 50 mil para serem utilizados em projetos de enfrentamento à pandemia.

Elaborado pela Coordenadoria Executiva da Diversidade Sexual, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e a Coordenadoria de Relações Internacionais da Prefeitura do Rio, o projeto carioca irá focar na população LGBTQ+ em situação de vulnerabilidade social, especialmente nas pessoas trans e travestis. O objetivo é desconstruir as barreiras de acesso à saúde e embasar outras iniciativas de mitigação dos impactos da pandemia nesta comunidade. O trabalho consistirá em ações de educação para a Covid-19 realizadas exclusivamente por pessoas trans ou travestis, considerando as áreas programáticas da Secretaria Municipal de Saúde. Em cada território, um agente vinculador trans ou travesti local será responsável por levar informações sobre a vacinação e questões relacionadas à Covid-19 para a população LGBTQ+ em vulnerabilidade. O projeto seguirá a metodologia de educação de pares, utilizada com sucesso em ações anteriores da Prefeitura.

Um comitê formado exclusivamente por pessoas trans e travestis, de diferentes áreas de atuação, será responsável por validar todo o conteúdo de comunicação utilizado nas ações e nos treinamentos das equipes, além dos outros materiais utilizados no programa, com o objetivo de assegurar o respeito às individualidades e ao lugar de fala do público-alvo do projeto. O programa será lançado oficialmente no dia 28 de junho, Dia Internacional do Orgulho LGBTQ+, e as ações têm previsão de início no segundo semestre. Maiores detalhes serão dados no lançamento. Fortaleza, no Ceará, é a outra representante brasileira no grupo.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!