Casal sorodiscordante revela maior segurança com a saúde após o HIV graças aos exames constantes

Recebemos o casal Murillo e Wes no estúdio do Pheeno para mostrar que é possível sim ter um companheiro soropositivo e viver normalmente! O ator e diretor Wes revela que descobriu o vírus logo após a exposição, procurou tratamento e dois meses depois já estava indetectável e intransmissível, isso antes de conhecer Murillo.

Baixe agora o Blued, melhor aplicativo gay social (Apple Store/Google Play)

Eles revelam que, com o HIV e toda a rotina de exames que fazem de seis em seis meses, sentem-se mais seguros em relação à saude, pois antes essa certeza não existia. O casal ainda defende: “Descobriu que está com HIV, vá procurar a medicação”.

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!