Justiça aceita denúncia e Carlinhos Mendigo vira réu por LGBTfobia nas redes sociais

A Justiça de São Paulo aceitou uma denúncia do Ministério Público estadual contra o humorista Carlos Alberto Silva, conhecido Mendigo, por divulgar incitação ao preconceito a homossexuais através das redes sociais. Um dos conteúdos publicado pelo ex-Pânico criticava a participação de Thammy Miranda na campanha de Dia dos Pais da marca Natura.

Denúncia foi feita no ano passado por Agripino Magalhães, suplente de deputado estadual de SP e ativista dos direitos LGBTQIA+. Segundo o portal G1, a decisão da Justiça é de abril e ainda cabe recurso. De acordo com a publicação, durante depoimento à Polícia Civil, o humorista alegou se tratar de liberdade de opinião, por ser cristão e que “não quis ofender o público LGBT com suas palavras“. Carlinhos ainda negou ser o autor de uma das postagens feitas em suas páginas nas redes sociais. Contudo, segundo a Polícia Civil, mas admitiu ter ironizado a participação do ator e vereador Thammy Miranda em uma campanha de Dia dos Pais.

À época, Carlinhos Mendigo fez memes com a situação, publicando foto de Thammy antes da transição de gênero. Ele afirmou ser “uma afronta” o filho de Gretchen poder ser pai, enquanto ele não. Atualmente, o comediante trava uma batalha judicial pela guarda de seu filho. A Polícia Civil pediu informações ao Facebook e ao Twitter sobre a procedência das postagens, para confirmar que foram feitas pelo humorista. Atualmente, o perfil do Instagram de Carlinhos está fora do ar.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!