“Não aconselho a um companheiro sair do armário”, diz jogador belga ao ser questionado sobre homofobia no futebol

Thomas Meunier, lateral belga, comentou sobre a questão da homofobia no futebol em coletiva desta quarta-feira (23/06). O veterano afirmou que o futebol ainda é muito preconceituoso e por esse motivo não recomendaria a um companheiro que se revelasse publicamente enquanto atleta profissional.

“Estamos no século XXI e é hora de aceitarmos todos como são. É uma pena, mas uma saída não é tão óbvia no futebol. Não recomendaria a um companheiro sair do armário caso quisesse fazer. Às vezes se revelar após uma carreira e não durante como no futebol americano. A mentalidade do futebol ainda não é como deveria ser”, explica Thomas.

O atleta ainda fez referência ao jogador de futebol americano Carl Nassib, do Oakland Raiders, que nesta semana revelou publicamente ser gay. Na NFL, o mês de junho é dedicado ao apoio às causas e a projetos ligados ao movimento LGBTQ+.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!