Amiga diz que teve relação amorosa com Amy Winehouse e que cantora tinha conflitos com sua sexualidade

Catriona Gourlay, ex-colega de apartamento e amiga pessoal de Amy Winehouse, revelou ter mantido um relacionamento amoroso com a cantora na época em que as duas dividiram um apartamento. A fala foi dada em depoimento para o documentário “Reclaiming Amy”, produção recém-exibida no canal de TV britânico BBC 2 para marcar os 10 anos da morte da artista.

Gourlay contou que Amy tinha conflitos com a própria sexualidade, mas não hesitava em tratar de suas preferências com ela. “Quando eu tinha 19 ou 20 anos já tinha estado em um relacionamento longo com uma outra menina, então sabia quem eu era. Mas ela estava confusa em relação a quem era”, disse. “Ela [Amy] costumava escrever recados para mim enquanto eu dormia, ‘você é a garota mais linda que já vi’ e ‘como você pode ser tão linda tanto dormindo quanto acordada?’”.

O nosso relacionamento era único e sem parâmetros, nós apenas nos amávamos muito e o que tiro dele, conhecendo ela, é que ela estava confusa em relação a quem era. Quando você tem algo tão incerto durante tantos anos é mais difícil e isso é algo fundamental para compreensão de quem era ela e de seus dilemas“, explicou Catriona. Ela ainda relembrou de uma piada feita por Amy durante uma entrevista, quando afirmou: “Eu não sou lésbica até a minha quarta sambuca“, em referência a um licor.

Talvez as pessoas não saibam que ela teve outros relacionamentos na vida, pessoas que realmente a amaram e se importaram com ela e que teriam feito tudo possível para fazê-la feliz”, finalizou Catriona.

Confira o trailer

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!