Mais uma vítima: mulher trans é morta a facadas no Agreste de Pernambuco e suspeito é linchado

A transfobia continua fazendo novas vítimas em Pernambuco! Na madrugada desta quarta-feira (07/07), uma mulher trans, identificada como Fabiana da Silva Lucas, de 30 anos, foi morta com vários golpes de faca às margens da PE-160, em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano.

De acordo com informações da Polícia Civil, a vítima estava em um bar e perguntou onde era o banheiro. Foi quando indicaram um terreno baldio. Ela foi seguida pelo suspeito do crime, de 22 anos, que atacou Fabiana com golpes de faca. O assassino tentou fugir do local, mas foi abordado e agredido por pessoas que estavam no local.

O corpo de Fabiana foi encontrado parcialmente sem roupas, e próximo ao corpo estavam alguns preservativos. Até o momento, a Polícia Civil não confirmou a motivação do crime, mas informou que, ao que tudo indica, Fabiana não fez nada contra o suspeito. Ele foi socorrido em estado grave e levado para o Hospital da Restauração, no Recife, onde está sob custódia. O caso será investigado.

O Brasil teve 80 pessoas transexuais mortas apenas nos seis primeiros meses deste ano, segundo relatório da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra). A associação afirma que o relatório é feito a partir de reportagens e relatos de organizações LGBTQIA+. Por não existir dados oficiais, a associação entende que o número de assassinatos entre janeiro e junho deste ano pode ter sido ainda maior.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!