Policial militar é preso por desobediência após denunciar homofobia na corporação

Um policial militar foi preso nesta quinta-feira em Campo Grande (MS) após denunciar o superior hierárquico por homofobia. O capitão da Polícia Militar, Felipe dos Santos Joseph, foi preso em flagrante nesta quinta-feira (08/07) em Campo Grande (MS), acusado de insubordinação por seu superior imediato, um tenente-coronel.

Segundo informações do jornal O Globo, Joseph trabalha no Comando-Geral da PM e havia feito uma denúncia contra o Tenente Coronel Antônio José Pereira Neto. De acordo com o advogado Anderson Yamada, que representa o capitão, o problema entre os militares começou após seu superior imediato ter publicado comentários homofóbicos em um grupo de WhatsApp formado por colegas de trabalho. “O capitão fez a denúncia para o MP há alguns dias, com o relato da homofobia do superior hierárquico. Ontem o coronel quis falar com o Felipe, alegou que seria conversa de trabalho e chamou duas pessoas para presenciar. Mas tentou tratar dessa situação da denúncia e o Felipe se negou a falar de qualquer coisa além do trabalho. Então o coronel mandou prender“, disse Yamada a publicação.

Na corregedoria, o capitão lembrou que vem sofrendo perseguição e coação após ter feito denúncia formal por estar sofrendo homofobia dentro da corporação. “A conduta do coronel foi totalmente arbitrária. Entendo que forçar alguém a falar coisas além do trabalho é um abuso de autoridade, principalmente quando vem de alguém superior na hierarquia“, afirmou o advogado. Joseph passou a noite detido, mas teve sua soltura determinada em audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (09/07).

No flagrante, consta que a conversa entre o capitão e o coronel Neto foi para “tratar de assuntos de serviço”, o que seria base para a prisão. Depois de ouvir testemunhas, no entanto, a Justiça entendeu que não houve “clara descrição do referido assunto de serviço, não restando materializado o delito”. Em nota, a PM informou que a prisão foi baseada no artigo 163 do Código Penal Militar, que trata da recusa em obedecer a ordem do superior sobre assunto ou matéria de serviço. A corporação acrescentou que as circunstâncias da prisão serão apuradas em um Inquérito Policial Militar.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!