Após fala homofóbica contra Gil, conselheiro do Sport é intimado a apresentar defesa

O advogado e conselheiro do Sport, Flávio Koury tem até o dia 17 de setembro para apresentar sua defesa ao Conselho de Ética do Conselho Deliberativo por fazer ataques homofóbicos sobre a visita do ex-BBB Gil do Vigor à Ilha do Retiro em maio.

A gente não define nada. Apenas emitiremos um parecer. Na sexta-feira, protocolamos um requerimento e intimamos o conselheiro Flávio Koury a se defender em um prazo de 15 dias úteis. Depois, iremos avaliar e encaminharemos o parecer para o Deliberativo“, disse o integrante da Comissão de Ética Silvio Batista ao portal JC.

Em maio deste ano, após uma visita de Gil ao estádio do time, áudios com ataques homofóbicos de Koury foram vazados por um dos membros do Conselho deliberativo. Na gravação, o conselheiro afirma que a presença do influenciador no estádio era uma “depravação” e que apenas a “veadagem” iria comprar a nova camisa do time. “Se ele tivesse feito essa dancinha na casa dele ou no bordel, ou onde ele quisesse, eu não estava nem aí. Mas foi dentro da Ilha do Retiro, né rapaz. Isso é uma desmoralização. Isso é ausência de vergonha na cara. É isso que a gente está vivendo. Esses tempos novos que estão falando, é isso. Não tem mais respeito“, disse.

1, 2 milhões de visualizações, arretado. 1, 2 milhões de pessoas achando que o Sport só tem “veado”, só tem “puto”, só tem “galinha”, só tem “bixa”. É bom, muito bom. Um marketing arretado, vai vender é camisa rapaz. A “veadagem” todinha vai comprar, vai ser lindo“, concluiu Koury. O caso gerou a revolta de torcedores e outros membros do Conselho Deliberativo do Sport, que pediram a expulsão do advogado do clube.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!