Cantor fez música em homenagem a bordão de Jojo Todynho: “Falaram que derrubariam meu clipe”

Conversamos com ALLU no estúdio do Pheeno! O cantor de 25 anos revela que o interesse pelo música veio desde novo, quando cantava no coral da igreja. A criação evangélica, porém, trouxe problemas quando os pais descobriram que estava namorando um homem: ele chegou a apanhar do pai e quase foi impedido de chegar perto dos irmãos.

ALLU conta que fez parte da primeira dupla LGBT de funk do Brasil, que acabou não tendo continuidade, mas seguiu em carreira solo e lançou em 2020 a música “O Pau Vai Torar”, em homenagem ao bordão da Jojo Todynho. A produção, porém, gerou dores de cabeça e até ameaças vindas de um produtor.

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!