Pesquisa aponta que 88% das menções no Twitter a pessoas trans são sobre transfobia

Um estudo denominado “Universo Trans”, realizado pela Zygon, empresa especializada em marketing digital, indica que 88,6% das menções a pessoas trans no Twitter são sobre transfobia. 

Segundo a revista Exame, a iniciativa inédita traz recortes sociais e comportamentais a partir de interações na rede social. Entre os temas mais abordados, estão relatos de violência e preconceito contra a população transgênero.  Quando o assunto é “transfobia”, 56% dos tweets tratam de assassinatos de pessoas trans, 22% relatam abusos, 13% abordam casos de agressões e 8% de abandono. Durante cinco meses, a Zygon coletou 164,93 mil tweets e 5,5 milhões de interações sobre o transgêneros na rede social.

Depois de transfobia, o segundo assunto mais falado é em relação à questão identitária, com 4,78% das menções no Twitter. Entre as temáticas citadas nesse aspecto, a discussão dos pronomes e do nome social são as que mais aparecem. Em seguida, completando a pesquisa, vêm os tópicos identidade (4,78%), luta e aceitação (4,03%), oportunidade (1,51%) e corpo e transição (1,07%). “Com esses dados, foi possível ver as diferentes nuances sobre o que se fala online a respeito do universo trans. Há predominância, ainda, de relatos de transfobia, mas vemos como outras pautas estão em crescimento”, diz Lucas Reis, CEO da Zygon.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!