Ator está processando a Uber após racismo: “Não vou levar um bando de preto favelado em casa”

Conversamos com Romulo Alves no estúdio do Pheeno! O ator e digital influencer quer trabalhar com televisão desde os 14 anos e conta que começou a fazer teatro num curso de bairro gratuitamente, até começarem a surgir os primeiros trabalhos de figuração.

Na pandemia, começou a produzir conteúdo para internet e bomba com o quadro “SAC das gays”, onde responde questões enviadas pelo público em tom de humor. Hoje com 21, Romulo revela que ficou muito feliz de receber uma proposta para campanha de uma marca de chinelos, mas estranhou o fato de pedirem para ele cortar o cabelo.

Não foi a primeira vez que o ator sofreu com o racismo: atualmente, ele está processando a Uber e um motorista que se recusou a levar seu grupo de amigos em uma corrida, afirmando que não levaria “um bando de preto favelado em casa”.

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!