Pesquisadores descobrem variante do HIV mais transmissível e agressiva

Uma nova variante do vírus do HIV descrita como “altamente virulenta” foi revelada nesta quinta-feira (03/02) em um artigo na revista científica “Science“. Batizada como “variante VB“, abreviação em inglês para “variante virulenta do subtipo B“, esta variante já foi detectada em ao menos 109 indivíduos. Com informações da BBC.

A variante demonstrou ser capaz de levar a uma maior carga viral no sangue em comparação com outros tipos do vírus; de ser mais transmissível; e de diminuir mais rapidamente as células de defesa T-CD4 do corpo. Os autores da pesquisa, liderada por uma equipe da Universidade de Oxford (Inglaterra), estimam que a variante surgiu na Holanda entre o final dos anos 1980 e a década de 1990, se espalhou nos anos 2000 e passou a perder força a partir de 2010. Mas esta é a primeira vez que a variante é descrita e mapeada em indivíduos — a infecção pela VB foi confirmada em 109 pessoas analisadas no estudo, a grande maioria na Holanda (os pesquisadores detectaram também um caso na Suíça e outro na Bélgica).

Á BBC News Brasil, um dos autores do estudo, o pesquisador Chris Wymant, disse que os resultados não devem preocupar a população, já que a variante é detectável em exames de sangue comuns para HIV e é controlada por antirretrovirais da mesma maneira. “A descoberta dessa variante reforça a importância de orientações que já existem: que os indivíduos com risco de contrair o HIV tenham acesso a testes regulares, permitindo o diagnóstico precoce, seguido de tratamento imediato“, explicou Wymant. “Encontrar uma nova variante é normal, mas encontrar uma nova variante com propriedades incomuns não é”, continuou.

O pior cenário seria a emergência de uma variante que combina alta virulência, alta transmissibilidade e resistência ao tratamento. A variante que descobrimos tem apenas as duas primeiras dessas características“, concluiu.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!