Trisal de Londrina faz sucesso nas redes sociais compartilhando rotina a três e cuidados com bebê

Juntos há 10 anos, o bombeiro Douglas Queiroz e a arquiteta Maria Carolina, ambos de 33 anos, decidiram abrir o casamento a fim de novas experiências. Foi, então, que conheceram a comerciante Klayse Marques, de 34. Foi amor a primeira vista e hoje os três dividem o mesmo teto há seis meses! Naturais de Londrina (PR), Douglas, Maria, que está grávida de cinco meses, e Klayse chamam atenção nas redes sociais ao compartilhar a rotina do trisal no perfil @MeuTrisal.

Nós vivíamos um namoro de novela, bem padrão. Eu só passei a me relacionar com mulheres quando abrimos nosso casamento. Minha vida era bem família tradicional brasileira. Tudo isso chocou muito, nossos familiares não aceitaram de início. Nos abrimos para mostrar que não é bagunça“, disse Maria, em entrevista ao Globo. Segundo ela, tantos seus pais quanto os pais de Douglas estranharam a novidade e ficaram com medo de que um estivesse não gostando mais do outro. Já a família de Klayse temia que ela fosse usada pelos dois. Apesar das críticas dos familiares, Douglas afirma que, entre eles, foi tudo muito natural. “Já eramos independentes financeiramente e passamos a sentir muita falta da Kleyse, conversávamos sempre um com o outro e sabíamos que os dois estavam na mesma página. Passamos muito tempo juntos e logo fomos morar juntos. O preconceito também nos uniu“, relata ele.

Grávida de cinco meses e meio, a arquiteta diz ter orgulho da relação dos três. “Vamos criar um filho em um contexto de amor. Um filho que já vai crescer com uma mentalidade diferente, sem preconceito e fruto da soma de três pessoas”, ressalta Maria. Já Klayse conta que teve dificuldade em se ver neste tipo de relacionamento e chegou a trocar de terapeuta para compreender que existem diversas formas de relação. “Para mim foi difícil aceitar que eu queria isso. Troquei de terapeuta para justamente enxergar que existem outros tipos de relacionamento. Não é apenas sexo, temos sentimento, somos uma família como outra qualquer“, afirma a comerciante.

Nosso relacionamento não é melhor por ser poligâmico, mas é livre de insegurança e sofrimento. Conversamos bastante. As pessoas precisam estar bem resolvidas, não importa se é monogâmico ou não. Libertem-se”, encoraja Maria.

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!