Álbum “O Tempo Não Para”, de Cazuza, é relançado com sete faixas inéditas 33 anos após lançamento original

Após 33 anos do seu lançamento, o álbum “O Tempo Não Para“, de Cazuza, ganhou uma nova edição. O material chegou às plataformas digitais nesta segunda (04/04), quando o artista completaria 64 anos, com sete faixas inéditas, gravadas no icônico show do cantor no Canecão (RJ) em outubro de 1988.

A escolha da data é estratégica, pois marcará o início das celebrações dos 65 anos de Cazuza, que serão completados em 2023. De acordo com um comunicado, o lançamento também faz parte da campanha “Reviva Cazuza”, iniciativa de Lucinha Araújo, mãe do artista. “’O Tempo Não Para’ retorna, desta vez, com o show completo – o disco original tinha 10 faixas e deixou de fora sete músicas do repertório, devido a limitação do espaço no vinil. O lançamento também vem acompanhado de um videoclipe inédito, dirigido por Bárbara Coimbra, que traz imagens do show”, diz o comunicado.

O disco do artista, que morreu em julho de 1990, agora traz as canções “Vida Fácil”, “Mal Nenhum”, “Blues da Piedade”, “Completamente Blue”, “A Orelha de Eurídice” e “Preciso Dizer Que Te Amo”. Além de ser disponibilizado no formato digital, o álbum ganhará em breve uma versão em CD físico (Deluxe) e outra em Áudio Espacial (Dolby Atmos) — som em 360 graus que recria o efeito de som total no ambiente em dispositivos menores, como fones de ouvido. “Poder comungar novamente dessa obra com coisas que nem mesmo eu conhecia é como um presente de Cazuza para todos nós, na data de seu nascimento. Cazuza vive e revive para sempre em muitos corações”, disse Lucinha.

Ouça o álbum aqui