Ambev lança projeto para retificar nomes de funcionários transexuais da companhia

A fabricante de bebidas Ambev anunciou o lançamento de uma iniciativa inédita voltada para as pessoas trans e travestis que integram suas equipes. “Me chame pelo meu nome (e pronome também)“, o projeto irá auxiliar esses profissionais, de forma gratuita, nos processos jurídicos e burocráticos de retificação de seus nomes civis.

Na Ambev, respeito e empatia são valores inegociáveis para que a gente possa transformar vidas para além do nosso ecossistema. Afinal, ser quem você é te dá liberdade para criar, inovar, discutir e engajar seus planos e movimentos na companhia“, afirma Michele Salles, Head de Diversidade, Inclusão e Saúde Mental da Ambev. De acordo com a empresa, existem mais de 100 pessoas trans em seu quadro atual, em diferentes níveis hierárquicos. A Ambev chamou um advogado especializado no tema para fazer todo o processo para colaboradores que solicitarem a troca.

Além disso, a empresa fará uma doação proporcional ao valor investido para as retificações pedidas por seus colaboradores a Casa Neon Cunha, ONG de acolhimento às pessoas da comunidade LGBTQIA+. Também foi lançado um guia de apoio para eventuais desafios práticos na companhia, além de conteúdos exclusivamente pensados para apoiar a jornada da população trans e travesti na empresa.

Há 5 anos eu me descobri um homem trans. Desde então tem sido uma batalha para ter meu nome e o meu gênero reconhecido para o Estado e para minha carreira profissional – por travas jurídicas e financeiras. Quando tive a oportunidade de ter meus documentos retificados pela Ambev senti alívio, esperança e acolhimento por parte de todos“, comenta Felipe Ferreira de Barros, Analista de Insumos da Ambev.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!