Casal gay que estrelou campanha do Polo, da Volkswagen, presta queixa após ataques homofóbicos

Diego e Murillo Xavier, casal do Paraná que estrelou a mais recente campanha do Polo, veículo da Volkswagen, prestou queixa na delegacia de proteção a pessoas vulneráveis de Curitiba (PR) após receber uma série de ataques homofóbicos em suas redes sociais depois da divulgação da campanha. Na foto, os dois aparecem abraçados à frente do carro. Murillo e Diego já haviam participado de uma campanha para a marca em 2021.

“Eu sinto medo dessas ameaças? Sim. Mas o meu compromisso com a comunidade, com a minha família e com o meus país é muito maior”, comentou Diego em uma publicação. “Infringir direitos não é liberdade de expressão, é crime. Estivemos na delegacia registrando boletim de ocorrência devidos ataques homofóbicos promovidos em rede sociais. […] Só lembrando, a cada 36 horas uma pessoa LGBTI+ faz um boletim de ocorrência no Paraná e cada 19 horas um é assinado no Brasil”, ressaltou ele.

A peça publicitária foi publicada, inicialmente, no dia 6 de maio, com a seguinte legenda: “Sabe o que evoluiu junto com você? O Polo. O que já era bom ficou ainda melhor, com muito mais segurança e tecnologia. Você acessa seu veículo sem o uso de chaves, aproveita a transmissão automática de 6 velocidades e se conecta com tudo pelo VW Play”. Segundo a montadora, a campanha faz parte de uma série de postagens sobre o tema da diversidade iniciado em junho de 2021 pela montadora.

A presença de dois homens abraçados na foto foi o suficiente para que grupos iniciassem uma campanha contra a marca. Os ataques fizeram com que o termo “Polo” se tornasse um dos assuntos mais comentados no Twitter nos últimos dias. Em nota, a Volks afirmou que “a diferença enriquece e o respeito une“. “A premissa da marca é garantir um comportamento respeitoso e inclusivo, dentro e fora da empresa, com parceiros diretos ou indiretos de negócio“, diz o texto.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!