Globo é processada em R$ 1 milhão por transfobia em reportagem do “Fantástico”

A TV Globo está sendo processada pela Defensoria Pública do Estado de São Paulo sob acusação de transfobia por conta de uma reportagem do “Fantástico“, exibida em fevereiro de 2019. A emissora tenta uma conciliação para não pagar uma indenização de R$ 1 milhão.

A informação foi divulgada pelo Notícias da TV, que teve acesso à intimação, feita dias depois da transmissão da reportagem. Na ocasião, o programa usou da transfobia ao falar sobre a morte de um homem transexual, que viveu por mais de 50 anos com documentos falsos. A instituição pública acusa a Globo de transfobia depois que a apresentadora Poliana Abritta se referiu à vítima como “uma mulher que se passava por homem”. “Você vai conhecer hoje o segredo de Lourival. Mulher se passa por homem durante 50 anos. Nem a família sabia“, disse a âncora ao abrir a reportagem.

Lourival morreu em 2018, aos 78 anos, vítima de um infarto fulminante. Como os socorristas que recolheram o corpo perceberam que ele havia nascido com um gênero diferente daquele com o qual se identificava, foram abertas investigações que apontaram que todos os documentos com o nome masculino dele eram falsos. Lourival morava com outra mulher e adotou os filhos da parceira, mas os dois nunca tiveram relações sexuais. 

A edição do “Fantástico” de 3 de fevereiro de 2019 ainda está disponível no Globoplay, mas a reportagem sobre Lourival foi deletada. No entanto, o Jornal Anhanguera 1ª Edição, telejornal da TV Anhanguera (afiliada da Globo em Goiás e Tocantins), reprisou matéria um dia depois da atração dominical. A edição ainda está disponível na íntegra no Globoplay.

Ainda segundo o Notícias da TV, a Globo está recorrendo na ação para não pagar uma indenização de R$ 1 milhão. A audiência para bater o martelo sobre o caso está marcada para o próximo dia 31 de agosto.

VEJA + NO PHEENO TV

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!