Morre Zé Celso Martinez aos 86 após internação motivada por incêndio

Morre, nesta madrugada de quarta (06) um dos maiores ícones das artes cênicas brasileiras, o dramaturgo, diretor, ator e encenador José Celso Martinez Corrêa. Ele estava internado na capital paulista desde o início da semana após um incêndio em seu apartamento. A informação foi confirmada pelo Teatro Oficina, companhia fundada por Zé Celso em 1958.

Zé Celso foi internado internado na terça-feira (4) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas após um incêndio em seu apartamento tendo ele 53% do corpo atingido por queimaduras o obrigando ter que ficar sedado e entubado com ventilação mecânica. Outras 2 pessoas foram atingidas pela fumaça, incluindo seu marido Marcelo Drummond.

Em junho deste ano, Zé Celso se casou com Marcelo Drummond, de 60 anos. Os dois usaram ternos brancos para oficializar 40 anos de união em uma cerimônia no próprio Teatro Oficina Uzyna Uzona, que é a sede da companhia teatral criada pelo dramaturgo na região central de São Paulo. O casamento recebeu a presença de vários famosos.

Zé Celso iniciou a carreira no final da década de 1950 com duas peças de sua autoria: “Vento Forte para Papagaio Subir” e “A Incubadeira”. Sua influência artística foi além dos palcos, aparecendo também em obras do cinema, como “O rei da vela” e “25”. Zé era destemido e provocava atores e público, criando um teatro mais sensorial, sempre guiado pela realidade política e cultura do país.

O artista se destacou com suas montagens de criações coletivas. Em 1961, o grupo ganhou uma sede na Rua Jaceguai, no Centro da capital paulista, e se profissionalizou, se tornando o tradicional Teatro Oficina. Desde 1982, o Teatro Oficina é tombado como patrimônio histórico. A companhia é considerada uma das mais longevas em atividade no Brasil.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Bee 40tona

Você vai curtir!