Casa de Acolhimento Erika Hilton será inaugurada em Salvador e abrigará LGBTs vulneráveis

No próximo dia 24 de novembro, a cidade de Salvador, na Bahia, ganhará um novo espaço de acolhimento para a comunidade LGBTQIA+ em situação de vulnerabilidade, que será batizado em homenagem à deputada federal Erika Hilton, primeira mulher trans a ocupar uma cadeira no Congresso Nacional. Batizada de Casa de Luta e Acolhimento Erika Hilton, o espaço terá coordenação do ativista Douglas Oliveira e contará com capacidade para atender até 16 pessoas em sistema de república.

Em um vídeo compartilhado nas redes sociais, Erika agradeceu a homenagem e falou sobre a importância de espaços como este que será inaugurado na capital baiana. “Gostaria de agradecer imensamente o carinho e a homenagem de um espaço de acolhimento que carregará o meu nome. Infelizmente, ainda hoje na sociedade, não conseguimos garantir que a nossa comunidade tenha o acesso digno de moradia, trabalho e uma série de outros direito“, disse a deputada federal.

E essa é a nossa luta constante e diária, por uma sociedade que respeite e valorize os nossos direitos, e que a gente não precise mais construir espaços de acolhimento. Que todos possam garantir as suas próprias renda, suas próprias moradias. Enquanto isso não acontece, espaços que acolham com amor, que dê amparo, dignidade, são extremamente necessários e essenciais”, ressaltou ela.

A casa tem capacidade para acolher até 16 pessoas e, embora a inauguração oficial esteja prevista para ocorrer em 24 de fevereiro, 12 vagas já estão ocupadas. Coordenada por Douglas Oliveira, a Casa de Luta e Acolhimento Érika Hilton fará parte de uma rede de assistência e enfrentamento às violências que essa população sofre diariamente. A casa fica no bairro do IAPI e conta com uma equipe de voluntários para atender as demandas das pessoas que chegam. A admissão dos acolhidos será por meio do CPDD.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!