Sargento xinga criança de “viadinho” e agride mãe que defendeu filho

Um sargento do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal está sendo investigado por lesão corporal contra uma vizinha. O portal de notícias Metrópoles apurou que o sargento admitiu a agressão, tendo apertado o pescoço dela e a pressionado contra uma grade da quadra esportiva do condomínio onde moram. A agressão aconteceu porque o militar teria chamado o filho da vizinha de “viadinh0” e uma confusão se iniciou.

O caso ocorrido em Taguatinga, na noite de quinta-feira (14), veio a público neste final de semana e, no registro, consta que a mulher desceu com o filho para jogar bola na quadra com um primo, por volta das 17h, mas o garoto acabou caindo e se machucando. Um homem que estava no local teria criticado o garoto, dizendo que ele “não era homem”, e pediu para chamar a mãe dele. A vítima desceu até a quadra esportiva e relatou uma confusão com esse homem.

O sargento teria gritado várias vezes: “Seu filho é um viadinh0!”. A mãe começou a defender o garoto, os dois subiram o tom, iniciando a confusão. Ela conta que foi enforcada, que teve o braço torcido e que só não desmaiou porque um vizinho que presenciou tudo foi ao local afastar o sargento da vítima. Todas as testemunhas ouvidas na delegacia confirmaram que o sargento dos bombeiros pressionou o pescoço da mãe do garoto contra a grade.

Segundo o Metrópoles, o homem confirmou a agressão em depoimento na polícia, mas disse que a vizinha tentou dar vários tapas no rosto dele, e que ele só pressionou a mulher contra a grade para se defender. Ele ainda negou ter chamado o filho dela de “viadinh0”, afirmando que disse apenas que “aquilo era jogo de homem”. O caso de lesão corporal é investigado pela 17ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Norte).

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Bee 40tona

Você vai curtir!