Quão caro é ser gay?! TikToker é criticado ao compartilhar nas redes seu orçamento mensal

Você acha que ser gay tem a ver com sexualidade ou cultura? Pense de novo! De acordo com um TikTok viral, ser gay tem tudo a ver com consumismo: especificamente, gastar muito dinheiro em assinaturas, receitas e muito, mas muito lazer.

O TikToker nova iorquino Aaron Connelly abre seu polêmico vídeo dizendo: “Custa US$ 1.403,98 para ser gay na cidade de Nova York”. Esse valor é por mês, diz ele, e não inclui aluguel, alimentação ou qualquer outra despesa de vida padrão. Em que, então, Connelly está gastando tanto dinheiro?!

De acordo com ele, o gay médio nova iorquino deve dedicar seu dinheiro ao condicionamento físico (US$ 330 no crossfit e US$ 160 na academia), cuidados pessoais (US$ 150 no Botox, US$ 100 em cortes de cabelo e US$ 80 em manicure), seus hábitos de namoro (US$ 40 no Grindr Unlimited – a assinatura mais cara do aplicativo – e US $ 19,99 no Raya, sem mencionar US $ 75 no Uber e US $ 120 em um cruising bar), remédios (US $ 10 para PrEP e US $ 10 para DoxyPEP) e alguns confortos ($ 240 em cerveja gelada, $ 74 em uma vela e $ 4,99 no WOW Presents Plus para acompanhar ‘Drag Race‘).

Sinto muito, mas é caro ser homossexual em Nova York”, lamenta ele ao encerrar o vídeo. “Como chegamos aqui?” A verdadeira questão, senhor, é como você chegou até aí? Porque o restante de gays online (incluindo pessoas de diferentes nacionalidades) não conseguem entender o orçamento de Connelly, nem como ele parece pensar que esse é o padrão de qualquer gay na cidade.

“Sou um cara gay em Nova York há quase uma década e não me transformei em um desses caras“, comentou um internauta. “Este é um tipo muito específico de homem gay. Eu simplesmente não consigo me relacionar“, disse outro. “O botox é uma experiência gay obrigatória? Estou tão confuso“, questionou um terceiro. “Parecia que alguém não sabe diferenciar ser gay e ser extravagante“, escreveu outro. Claramente, não é o dia de Connelly – mas com hábitos como esse, ele não deveria ter muito do que reclamar.

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!