A influenciadora abriu seu coração para falar sobre sua crise de imagem, disforia

“Perdi 40 anos em um corpo que não me pertencia”, diz Maya Massafera em desabafo

Depois de tantas notícias falando sobre o transtorno de imagem de Maya Massafera, a influenciadora abriu o seu coração e fez um desabafo por meio de suas redes sociais. Maya contou que ficou quase um ano transicionando e que pôde se dar esse luxo, de fazer todo o processo longe da mídia e podendo se recuperar em casa. Ela não deixa de falar que “perdeu” 40 anos em um corpo que não lhe pertencia e que nunca esteve tão feliz em toda sua vida, mesmo tendo recaídas de insegurança pelos julgamentos.

“Eu tenho tanta coisa pra conversar com vocês!!! E quero contar tudo e todo meu processo de transição!!! Mas tudo no seu tempo. Pra falar a verdade, eu gostaria de ter ficado mais tempo ‘off’. Mas como começou a vazar muita notícia distorcida, eu achei melhor vim a público e enfrentar tudo. Aliás, até que consegui segurar por muito tempo. Fiquei quase 1 ano me transicionando, sem ter vazado nada. Como disse, vou falar com vocês sobre tudo. Mas hoje quero falar sobre minha disforia e como eu gostaria que vocês pegassem esse exemplo e levassem pra vida de vocês!!!”, começou.

Maya, então, falou sobre a crise que teve. “Todo mundo tem coisas boas e ruins, eu, por exemplo, tenho um lado ruim de ter ‘perdido’ 40 anos em um corpo que não me pertencia. E tenho ‘um lado bom’ de ter feito minha transição longe de tudo e todos. Pude me dar esse ‘luxo’. Fiquei meses na cama, sem força e não sei como faria se não pudesse dar esse tempo de tudo. Enfim, uma das coisas ruins e que me pega, é a disforia. Lembrando vocês que eu falo apenas pela Maya. Não falo por todas as trans. Não generalizem.”

Ela continuou o desabafo: “Pra começar preciso explicar meu estado de espírito. Eu nunca tive tão feliz em toda minha vida!!! Eu acordo feliz, eu sou uma pessoa em estado feliz!!! Depois da transição eu me amo!!! Conversando com meus médicos e psicólogo, entendo que essa minha “felicidade” é o estado normal da maioria da população. Todo mundo que nasce e se identifica com o corpo que nasceu tem esse estado. Provavelmente, vou me acostumar com meu gênero e essa minha felicidade vai se tornar normal, como é pra vocês!!! Dito que sou e estou uma pessoa muito feliz, nessa minha felicidade, às vezes tenho momentos mais felizes e às vezes triste. Como todo mundo!!!”.

Depois, Maya ressaltou que foi alertada sobre a disforia durante a transição. “Às vezes, do nada, ou por algum motivo, tenho disforia muito grande. Isso começou quando eu comecei minha transição. Os médicos me falaram que é normal para muitas meninas trans sentirem isso nos primeiros anos de transição!!! Às vezes a disforia é tanta, que eu realmente prefiro ficar sozinha e não ser vista por ninguém. Estou dividindo com vocês, porque não quero ficar postando apenas roupas e joias!!! Quero e vou ser uma pessoa real e influenciar vocês de maneira positiva!!! Tô cansada dessa ‘vida falsa que todos têm no insta’. Quando falei pra vocês pegarem meu exemplo, é pra vocês não se cobrarem tanto.”

“Essa minha viagem pra Cannes, está maravilhosa!!! Porém, teve dia que eu não saí do quarto por disforia. Teve dia que eu fiz maquiagem, tirei as fotos e simplesmente não fui no tapete vermelho porque fiquei com muito medo do julgamento. Pra finalizar esse assunto de disforia, pelo menos por hoje, eu estou ÓTIMA!!! Feliz da vida!!! Mas tenho meus momentos avassaladores. Mas garanto que você também tem seus problemas, diferentes dos meus… Com isso, deixo uma mensagem, não se cobrem tanto e não acreditem e se comparem com as pessoas no insta, pois só “vemos” a parte boa que a pessoa quer mostrar. Eu AMO vocês e prometo que Maya vai ser uma influência positiva”, finalizou.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Arthur Aguiar

Redator do Pheeno, formado em comunicação social e estudante de moda. Apaixonado por contar histórias e explorar culturas.

Você vai curtir!