Vencedora da segunda temporada de “RuPaul’s Drag Race” é agredida em noite de autógrafos!

A vencedora da 2ª temporada do reality show “RuPaul’s Drag Race”, Tyra Sanchez, foi presa no início dessa semana, depois de se envolver em uma briga e uma suposta acusação de roubo, enquanto realizava uma noite de autógrafos, em 25 de agosto.

Tyra (James Ross) disse ao site TMZ que foi “jogada no chão” por um segurança da casa onde realizava o evento, por estar envolvida em algum tipo de briga com um “desordeiro”. Ela afirma que o ataque deixou com um corte na sua cabeça, um ombro deslocado e hematomas em seu rosto.

De acordo com a drag, enquanto estava dando autógrafos, no Rainbow-Cactus, um bar gay em Virginia Beach, um rapaz começou a insultá-la com comentários agressivos. Ela diz que resolveu se aproximar do homem para tentar acalmar a situação, mas de repente, um segurança do local agarrou Tyra e a jogou no chão, algemando em seguida.

Na segunda-feira, ela foi a polícia para prestar queixa contra o local e descobriu que havia um mandado de prisão por roubo contra a sua pessoa. James Ross (o rapaz por trás da drag) se entregou, pagou fiança e foi liberado logo em seguida. Ele diz que ainda pretende tomar medidas legais contra o segurança do local e o Rainbow-Cactus Bar.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!