Jovem de 15 anos é abusado sexualmente com taco de sinuca por três amigos de escola

midia-indoor-abuso-sexual-pedofilia-igreja-catolica-clero-padre-religiao-religioso-mochila-adolescente-jovem-vestibular-escola-violencia-familia-1400110943826_956x500

Três jogadores de basquete do ensino médio de Tennessee, nos EUA, estão enfrentando acusações de estupro agravado e agressão agravada após abusar sexualmente de um outro colega de equipa. O incidente aconteceu em uma cabana em 22 de dezembro e envolveu os três suspeitos mais velhos e um calouro de 15 anos de idade.

De acordo com a avó da vítima, seu neto foi preso por dois dos suspeitos, enquanto o terceiro arrancou as roupas do menino e o violentou com um taco de sinuca. Os ferimentos foram tão graves que a vítima teve de ser levado a um hospital local pelo técnico da equipe. Mais tarde ele foi transferido para outro hospital para se submeter a uma cirurgia de emergência. Ele está atualmente se recuperando.

Como resultado do ataque, os três suspeitos foram expulsos da equipe, mas a avó da vítima diz que não é o suficiente. Ela quer ver os jovens permanentemente expulso da escola, e está disposta a fazer o que for preciso para isso acontecer. “Serão tomadas ações legais contra todas as partes negligentes”, ameaçou em um comunicado.

Rick Smith, superintendente do time, classificou o ocorrido como uma “tragédia”. Já Jonathan Welch, presidente do conselho, acrescentou que ele não consegue expressar como o ataque afetou a comunidade. “Trágico, horrível”, disse. Após o ocorrido, famílias denunciaram que os ataques vem acontecendo há meses e que os funcionários da escola estão ignorando os casos.

A promotoria diz que agora está investigando mais relatórios feitos por outros calouros que dizem ter sido agredidos por colegas mais velhos antes do incidente em dezembro. Os adolescentes acusados sobem no tribunal em 26 de janeiro.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!