Tony Ramos sobre gays na TV: “A família brasileira está cheia de homossexuais”

tony-ramos_es_

Atualmente interpretando um assassino na novela “A Regra do Jogo”, Tony Ramos comentou sobre o conservadorismo na teledramaturgia em conversa com o site “Purepeople”. Aos 67 anos, ele desaprova o preconceito com homossexuais e sua representação na TV: “A família brasileira está cheia de homossexuais, vamos parar com isso”.

Apesar de apoiar a representação dos LGBTs nas telinhas, o ator também compreende a resistência que parte do público tem com certas cenas. “Eu não acredito em conservadorismo, acredito em pessoas mais assustadas com novas ideias. Respeito quem é conservador. É o direito da pessoa ser conservador e não gostar de uma determinada cena. É direito da pessoa estar na sala dela com um adolescente de 13, 14 anos e se constranger vendo uma cena de sexo”, comentou o ator, que apoia a sexualidade e erotismo na TV, mas com responsabilidade.

Tony ainda criticou atitudes hipócritas e discursou sobre tolerância e civilidade: “Agora, não mostrar também, colocar debaixo do tapete, dizer: ‘Ah não pode falar de homossexual porque a família brasileira…’ Mentira. Porque a família brasileira está cheia de homossexuais, vamos parar com isso. Deixem essas pessoas em paz. Elas têm o direito de viver em paz e com tolerância da sociedade. A sociedade tem que entender o que é tolerância. Civilização e democracia é entender e respeitar o próximo. É isso. É mais simples que uma equação de primeiro grau”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!