Pastora, mãe luta para que filha trans de 5 anos possa usar banheiro feminino na escola

HT_Transgender_Girl_Kimberly_Kai_3_MEM_160810_12x5_1600

A mãe de uma menina transsexual de 5 anos de idade vem lutando para que sua filha possa usar o banheiro feminino do jardim de infância onde estuda no Texas, Sul dos Estados Unidos. Segundo Kimberly Shappley, mãe da pequena Kai, a sua luta contra a instituição começou em março desse ano.

“Eu fui no campus e falei com a direção, tentei trabalhar com eles. Queria garantir que Kai não seria discriminada, poderia usar o banheiro das meninas, mas logo ficou muito aparente que o superintende tem um preconceito muito forte contra a comunidade LGBTQ”, disse ela em entrevista à rede de televisão americana ABC News.

Já o diretor do distrito escolar considera a questão dos direitos transgêneros uma fuga da “base bíblica na qual as leis deste país foram fundadas”. Em um artigo publicado em maio em um jornal local, John Kelly afirma que considera a ordem apenas “mais um exemplo de interferência inconstitucional e engenharia social do governo federal”.

“O que vem depois? Legalizar a pedofilia e a poligamia? A menos que voltemos para a base bíblica na qual as leis deste país foram criadas, teremos problemas sérios, e não poderemos mais esperar a ajuda de Deus”, escreveu ele no Pearland Journal.

Shappley afirma que pensava da mesma forma, já que é uma cristã devota e conservadora. Mas tudo mudou após ouvir a filha, que ainda chamava de Joseph, “começou a rezar para que ‘Joseph’ morresse e ficasse com Jesus”.

“Ela estava rezando para ir embora, para morrer, ir para o Céu. Meu bebê queria ir embora”, diz ela. Kimberly começou a pesquisar sobre crianças trans e descobriu que as que não recebem apoio da família têm um risco significativamente mais alto de suicídio.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!