Suspeito de espancar travesti é agredido por populares na Bahia

homem-agressao-pheeno-capa

Um vídeo publicado no Facebook mostra um homem, identificado apenas como Willian, apanhando de um grupo de pessoas em Ilhéus, no Sul baiano. O ataque, segundo o site Bahia Política, foi em retaliação ao espancamento da travesti Kayalla Ayalla, no início deste mês. “Aqui a gente não aceita homofobia”, diz um dos agressores.

Em entrevista ao site Bocão News, Marcelo Cerqueira, presidente do Grupo Gay da Bahia (GGB), afirmou que a melhor opção para casos de LGBTfobia é a “aplicação justa da lei”, mas faz uma ressalva. “Mesmo que eu não concorde com uma instituição de um estatuto do crime composto de regras que determina a conduta de cada um, eu aplaudo quando eles dizem que ‘aqui a gente não aceita homofobia'”.

Confira…

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!