Maitê Proença revela que famoso diretor da Globo já tentou roubar seu namorado

Na última segunda-feira (13/10), a atriz e escritora Maitê Proença foi entrevistada no programa “Roda Viva”, da TV Cultura. Durante a conversa, ela falou de muitos assuntos polêmicos, como assédios e a perseguição que sofreu por um diretor de novelas.

A atriz contou que já foi assediada inúmeras vezes, mas que sempre buscou não se abalar com esses tipos de agressão e seguir em frente. “Eu fui assediada várias vezes, mas dava um “passa-fora” para acabar aquela situação. Mas às vezes o sujeito é inteligente. Passa dez anos tirando papéis de você porque não cedeu ou falou alguma coisa que não agradou. Ele mina seu trabalho”, disse Maitê.

Ela também contou que um diretor de televisão, que estava interessado no namorado dela na época, tentou manchar sua reputação na emissora, e que só descobriu a perseguição após uma conversa com o ex-diretor da Globo Boni: “Um diretor queria meu namorado. Ele precisou me tirar do caminho porque achava que seria mais fácil chegar a ele. Depois de seis meses que, em conversa com Boni, fiquei sabendo o que ocorreu”.

“Esse diretor tinha me pedido para jogar uma garrafa contra a parede, como se fosse um ensaio. Ele gravou, mandou para o Paulo Ubiratan (diretor de novelas da Globo) e disse eu que era louca e que era impossível me dirigir”, revelou.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!