Diplomata brasileiro morre após suposta sessão de sadomasoquismo com outro homem

Alexandre Siqueira Gonçalves, um diplomata brasileiro de 40 anos de idade foi encontrado morto nesta semana em seu apartamento em Roma, na Itália. De acordo com o jornal local Il Messaggero, o corpo do servidor da embaixada brasileira na cidade foi localizado pela sua esposa e estava completamente nu e com um cinto de couro em volta do pescoço.

A polícia italiana pediu a autópsia do corpo e ainda não concluiu as investigações, mas trabalha com a suspeita de que o diplomata brasileiro tenha morrido após uma sessão de jogos eróticos que envolveu a asfixia sexual. Segundo a esposa de Alexandre disse à polícia, ela não havia passado o fim de semana em casa.

A mulher disse ainda que o marido tinha um relacionamento extraconjugal com outro homem. Uma investigação sobre o crime foi aberta, mas a previsão é que a autópsia só fique disponível em até 60 dias.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!