Pastor é preso acusado de abusar de crianças e adolescentes em igreja no MT

Um homem de 53 anos, que foi identificado como pastor de uma igreja evangélica, no Bairro Mangabeira, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá (MT), foi preso nesta terça-feira (28/08). Ele é suspeito de abusar sexualmente de dez meninos, com idade entre 6 e 14 anos, que frequentavam a igreja em que ele é pastor.

De acordo com a Polícia Civil, a mãe de duas vítimas procurou a Delegacia Especializada do Idoso, Criança e Adolescente (Deddica) do município para relatar a suspeita. Segunda ela, os filhos apresentaram um comportamento diferente. Questionados, os meninos contaram que eles e outros colegas eram abusados pelo pastor. A prisão aconteceu depois de quase sete meses de investigação.

“A mãe de duas dessas vítimas disse que um deles mudou de comportamento. Comprava coisas e aparecia com dinheiro em casa. Ele dizia [para a mãe] que o suspeito dava o dinheiro como presente. A mãe não desconfiava pela condição dele ser religioso”, contou o delegado Cláudio Alvares Santana ao G1. Até momento, sete crianças confirmaram os abusos. Outros três casos suspeitos ainda estão sob investigação.

“Existem relatos que ele praticou [os abusos] na frente de duas, três e outras crianças, que assistiam. Depois, ele dava dinheiro em quantias que iam de R$ 10 até R$ 50”, afirma o delegado. O pastor vai responder por estupro de vulnerável e corrupção de menores. O suspeito foi encaminhado ao Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), o antigo Carumbé, em Cuiabá.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!