Eminem se diz arrependido por usar insulto homofóbico em música: “Machuquei muitas pessoas”

O rapper Eminem revelou estar arrependido por ter usado um insulto homofóbico em “Fall”, faixa do seu último disco de estúdio, “Kamikaze”. Com o lançamento do álbum no último dia 31 de agosto, a canção atraiu polêmica por conter verso em que outro rapper, Tyler the Creator, é chamado de “bichinha” (“faggot”).

“Eu acho que esse foi um daqueles momentos em que eu fui longe demais. Digo isso porque, na minha busca por uma forma de machucá-lo, eu acabei machucando muitas outras pessoas com o que falei”, declarou o artista. Eminem ainda disse na entrevista que, depois de gravar a canção e ouvir os seus versos, o uso do insulto homofóbico começou a lhe incomodar. Ele tentou “obscurecer” a palavra durante a produção da canção, mas com o lançamento percebeu que “as pessoas ainda conseguiam entender o que ele estava dizendo”.

“Fall” é a resposta de Eminem a uma crítica que Tyler fez sobre a sua música “Walk on Water”. Na época do lançamento da canção, Tyler escreveu no Twitter: “Meu Deus, essa música é horrível, que p**** é essa?”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!