Escultura em homenagem a luta LGBT é alvo de vandalismo em São Paulo

Uma escultura em homenagem à comunidade LGBT, assinada pelo arquiteto e designer Guto Requena, foi vandalizada em São Paulo na madrugada da última quinta-feira (04/10). Os suspeitos ainda não foram identificados.

A instalação, localizada na praça da República, no centro da cidade, teve toda sua parte elétrica danificada, com fios e lâmpadas internas roubadas, além das laterais pichadas e destruídas. Requena projetou a instalação com o objetivo de aproximar as pessoas do universo LGBT, que completa 40 anos de ativismo na cidade em 2018.

Segundo o Folha de S. Paulo, “Meu Coração Bate Como o Seu”, como foi batizado o memorial, é parte do trabalho do arquiteto em parceria com a Prefeitura de São Paulo e o canal National Geographic, que financiou todo o projeto juntamente com a empresa Intel. A instalação possui tubos com as cores da bandeira LGBT e, nas partes que permite as pessoas sentarem, reproduz sons dos batimentos cardíacos.

De acordo com Requena, que estima o valor de R$ 30 mil para a reconstrução da instalação, os ataques são de cunho homofóbico. “O país anda violento demais, então não tenho dúvidas de que o vandalismo feito com a minha obra tenha sido com um propósito de atingir a comunidade LGBT”, conta. O arquiteto não pretende prestar queixa na Justiça.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!