Acusado de assassinar transexual é condenado a 19 anos de prisão

Um homem, identificado como Adilson Porto Silva Filho, foi condenado nesta quinta-feira (04/07), a 19 anos de prisão pelo assassinato da transexual Denise Melo, de 52 anos. O caso aconteceu no Conjunto Augusto Franco, zona sul de Aracaju, no ano de 2017 e desde 2018 o criminoso está preso.

Segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), dois homens estacionaram uma moto na porta da casa da vítima. Um deles, que seria Adilson Porto, desceu do veículo, pulou o moro da casa e disparou os tiros, atingindo também Jorge Luiz de Jesus, namorado de Denise. Jorge foi atingido por um tiro de raspão e sobreviveu. O condutor da motocicleta, não identificado, não foi incluído no processo.

Figura conhecida e querida por vizinhos, Denise era considerada por muitos da cidade como uma das primeiras transexuais do estado de Sergipe.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!