Britto Jr. usa Luana Piovani para atacar mulheres e gays: “Nós, héteros, viramos minoria”

Afastado da TV desde que foi demitido da TV Record, em dezembro de 2016, o jornalista Britto Júnior tem demonstrado seu lado misógino, machista e homofóbico nas redes sociais. Tudo começou quando o jornalista atacou Luana Piovani, afirmando que a atriz estaria “precisando de um homem de verdade”.

A bela Luana Piovani que me perdoe, mas ela está precisando de um homem de verdade em sua vida. Eu sei que está cada vez mais difícil, com tantos caras virando maricas. É direito deles, mas mulheres maravilhosas acabam ficando sem parceiros, por falta de héteros no mercado”, disparou.

Em outra publicação, Britto disse ser vítima de “heterofobia”. Além disso, ele afirmou que os heterossexuais teriam virado minoria. “Preconceito mudou de lado. Nós, héteros, viramos minoria. Não tenho nada contra quem pensa o oposto, nada. Cada qual que faça o que quiser com seu corpo, sua vida. A questão é que o preconceito agora parte da nova maioria, ao não admitir o pensamento da nova minoria”, disse Britto.

Não demorou muito para que os internautas rebatessem os posts e fizessem chacota do jornalista. “Quem precisa de homem? Héteros virando gays? KKKKKKKKKK Olha, Britto sinceramente, vai se ferrar”, escreveu uma internauta. “Conseguiu ser machista e homofóbico. Parabéns, você é um merda”, criticou outra.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!