OMS afirma que PREP não precisa ser usada diariamente

PREP ajuda sim, mas não é solução, vista-se SEMPRE!

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), não é mais necessário o uso diário e contínuo do PREP, remédio (comprimido) de uso oral, que previne o contágio do vírus HIV.

Ao contrário do que se vem prescrevendo para os pacientes que querem ter uma alternativa à prevenção do HIV, a OMS passou a recomendar o uso da pílula de maneira intermitente ou sobe demanda. A atualização da posologia do tratamento foi anunciada nesse mês de julho, em uma conferência sobre ciência do HIV, que aconteceu no México.

O Ministério da Saúde, em nota, diz que a recomendação da OMS está em análise na área técnica, sendo avaliados assim os critérios de eficácia, efetividade, segurança, aspectos logísticos e operacionais e, caso os resultados sejam benéficos, a medida poderá ser adotada no Brasil.

Por enquanto, a terapia de prevenção ao HIV, no SUS (Sistema Único de Saúde), continua sendo com um comprimido ao dia. A eficácia do tratamento chega a quase 100%, o que o torna uma das principais apostas para conter o avanço do HIV/AIDS, não só no Brasil, como no mundo.

Arquiteto, DJ, VJ, Produtor de Eventos, designer gráfico, editor de vídeos, dono de concursos drag e o mais novo colaborador para conteúdos sobre diversidade LGBTQIA+ para o portal Pheeno.com.br