Prefeitura de SP oferece 35 vagas de emprego para travestis e transexuais

carteira de trabalho, emprego

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho da Prefeitura de São Paulo, por meio do Cate (Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo), realizará processo seletivo para 35 vagas de operador de lojas nesta sexta-feira (04/10), das 10h às 15h. As atividades serão desenvolvidas para duas redes de supermercados e são voltadas para mulheres transexuais, homens trans e travestis.

As vagas são efetivas e parte delas a contratação é pelo sistema intermitente sendo 24 horas semanais. Será exigido dos candidatos o ensino médio completo, sem a necessidade de experiência na atividade. O salário veria entre R$ 786 a 1.217 por mês. Os benefícios são assistência médica e odontológica, participação nos lucros, seguro de vida e vale transporte. A pré-seleção, que contará com a equipe técnica do Cate – Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo, ocorrerá no prédio do Centro Cultural Olido, na avenida São João, 473 – 8º andar, Centro. Os documentos necessários para o processo seletivo são RG, CPF, número do PIS e carteira de trabalho.

A ação faz parte do Programa Transcidadania e tem como objetivo fornecer atividades de recolocação profissional, reintegração social e resgate da cidadania para mulheres transexuais, homens trans e travestis, em vulnerabilidade social. Essa parceria para a empregabilidade trans tem crescido e já trouxe muitos frutos, foram empregadas na rede varejista nos últimos 3 meses 40 pessoas travestis ou trans e a ideia é manter esta parceria e ampliar, afirma Abigaill Santos coordenadora do Programa Transcidadania na cidade São Paulo.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!