Universidade americana anti-LGBTs confirma 1ª caso de Covid-19 na instituição

Um desserviço ao mundo!

Universidade americana anti-LGBTs que disse aos estudantes para voltar ao campus, apesar das diretrizes de distanciamento social do coronavírus, viu seu primeiro caso confirmado da Covid-19.

A Liberty University, com sede na Virgínia, chamou a atenção da mídia na semana passada, quando decidiu retomar as atividades, indo contra as recomendações da ONU.

A instituição, que proíbe relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo, convidou 5.000 estudantes para voltar ao campus na semana passada, apenas alguns dias após o fechamento das escolas devido à pandemia.

O presidente da universidade, Jerry Falwell Jr, pró governo Trump, teria sido informado pelo médico que administra o serviço de saúde estudantil da instituição que eles “haviam perdido a capacidade” de controlar a crise de saúde na instituição.

O médico, Dr. Thomas W. Eppes, disse que não instruiu Falwell a encerrar a universidade, mas falou sobre os riscos. Houve um surto da Covid-19 no campus da Liberty University desde que os alunos foram autorizados a retornar às aulas.

Na última sexta-feira (27/03), havia pelo menos 12 estudantes com sintomas do coronavírus e três foram encaminhados para um hospital local para serem tratados e fazerem exames. Até agora, um desses estudantes deu positivo para o vírus, outro deu negativo e o terceiro ainda está aguardando resultados.

“A Liberty notificará a comunidade como apropriada e exigida por lei”, disse Falwell ontem. Pensa-se que a maioria dos estudantes que retornaram ao campus na semana passada tenham saído novamente após o surto na universidade.

O presidente da universidade sugeriu recentemente que o vírus é, na verdade, apenas uma trama da mídia projetada para prejudicar as chances de Trump de ser reeleito ainda este ano.

“Achamos irresponsável que tantas universidades digam ‘fechado, você não pode voltar’, empurre o problema para outras comunidades e fique sentado em suas torres de marfim”, disse Jerry Falwell Jr ao teórico da conspiração e comentarista de extrema-direita Todd Starnes, em uma entrevista de rádio.

Arquiteto, DJ, VJ, Produtor de Eventos e redator colaborador de conteúdos sobre diversidade LGBTI+ do portal Pheeno.com.br! #MandaAssunto