Estrela de ‘Paris is Burning’ Octavia St. Laurent ganha vida em remix de Las Bibas From Vizcaya

A lendária ativista LGBTQI+ e estrela do documentário ‘Paris is Burning’, Octavia St. Laurent, ganha vida no novo remix lançando por Las Bibas From Vizcaya.

A ativista transexual e educadora sobre questões do HIV/AIDS, Octavia St. Laurent Mizrahi atuou na linha de frente pela visibilidade da comunidade LGBTQIA+, drag, negra e latina da cidade de Nova Iorque. Sem dúvidas, um ícone da cultura LGBTQI+ underground.

Um dos mais significantes nomes da cena vogue, Octavia ficou mais conhecida ao estrelar o documentário lançado em 1990, ‘Paris is Burning’, no qual o diretor Jennie Livingston retrata a cultura dos ‘balls’ nova-iorquinos.

Dona citação emblemática: “Gays têm direitos, lésbicas têm direitos, homens têm direitos, mulheres têm direitos, até animais têm direitos. Quantos de nós temos que morrer antes que a comunidade reconheça que não somos dispensáveis?”, ela lutou contra um câncer que a levou, aos 45 anos de idade, no dia 17 de maio de 2009.

No documentário ‘How Do I Look’, de 2006, ela fala abertamente sobre seus tratamentos contra AIDS e câncer, além da sua luta contra as drogas e as dificuldades pelas quais passou durante sua vida, por ser uma mulher transexual. Octavia foi presa diversas vezes apenas por expressar publicamente sua expressão de gênero.

No remix, é possível ouvir falas enfáticas da diva do vogue como “eu sou uma garota com um ‘extra’ a mais”, “eles não querem saber de mim porque eu deixo muitos p@us duros” e, uma das mais conhecidas “eu não sou uma mulher, eu não sou homem, eu sou Octavia”.

A faixa, acompanhada de um mini-documentário biográfico sobre a artista, foi lançada neste domingo, dia 17/05, data quando se celebra o Dia Internacional Contra a Homofobia e dia o qual marca o 11º ano de morte de St. Laurent.

Arquiteto, DJ, VJ, Produtor de Eventos e redator colaborador de conteúdos sobre diversidade LGBTI+ do portal Pheeno.com.br! #MandaAssunto