Brasileiro é preso na Austrália por filmar escondido e compartilhar vídeos de sexo com ex no OnlyFans

Foto: Rprodução/Facebook

Famoso no Instagram e conhecido como Fabricio Monkey na rede social, o brasileiro Fabrício da Silva Claudino está preso na Austrália após divulgar em seu perfil no OnlyFans, onde possui mais de 130 mil seguidores, fotos e vídeos pornô com seu ex-namorado. Ex-comissário de bordo, Fabricio chegou à Austrália com um visto de turista, mas agora corre o risco de ser deportado.

Segundo informações do site Gay Star News, Fabricio conheceu seu ex, que não teve a identidade revela, no Brasil, no ano passado. Os dois foram morar juntos na Austrália, mas o casal acabou terminando depois de cinco meses. O que seu ex-namorado não imaginava é que Fabricio havia filmado secretamente mantendo relações sexuais na antiga cada do casal, no subúrbio de Marrickville, em Sydney. Depois que os dois terminaram, Fabricio continuou vivendo na Austrália, onde passou a ganhar a vida como modelo e administrando uma conta no OnlyFans.

Nesta semana, seu ex-parceiro foi ouvido no tribunal de justiça de Sydney e disse que quando eles se conheceram no Rio de Janeiro, acreditava que o carioca de 32 anos era o “homem de seus sonhos”. “Minha dignidade foi vendida por U$12,99. Isso foi exploração sexual… isso foi violência doméstica”, lamentou o ex. Segundo ele, a exposição o deixou “com medo do mundo lá fora”.

“Minha cara se tornou nada mais que uma ferramenta promocional. Minhas tatuagens, que eu uso orgulhosamente, agora parecem uma propaganda. Eu me sinto culpado, me sinto sujo… eu perdi minha identidade para sempre”, disse o rapaz, que agora pretende remover as tatuagens a laser.

Histórico de outros crimes

Preso em setembro do ano passado, Fabricio admitiu uma série de outros crimes. Ele também se declarou culpado no início deste ano por outras 15 acusações desde que estava sob fiança. A polícia diz que ele se filmou se masturbando em espaços públicos, inclusive em vista de uma escola, em um ônibus e em um parque. Além disso, ele se declarou culpado de uma acusação de possuir esteróides anabolizantes.

O tribunal o sentenciará em 18 de setembro. A Austrália provavelmente o deportará de volta ao Brasil depois que ele cumprir qualquer sentença.

Foto: Rprodução/Facebook

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!