“Usar máscara é coisa de viado”, diz Bolsonaro para visitantes do Palácio do Planalto

FOTO: Reprodução/ Poder360

Mesmo com o aumento de casos de Covid-19 no Brasil, Jair Bolsonaro (sem partido) continua não incentivando métodos de proteção para visitantes do Palácio do Planalto. O presidente se recusava a usar máscara e chegava a “brincar” com funcionários, perguntando quem usava máscara e dizendo que aquilo era “coisa de viado”.

Segundo informações da colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, Bolsonaro, além de se recusar a usar a máscara, induzia os convidados e os funcionários a fazer o mesmo. Os encontros eram sempre iniciados com um aperto de mão, contrariando recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS). O presidente teria ainda dito a um dos visitantes que o “medo” que ele aparentava ter da contaminação era “besteira”.

Na última terça-feira (07/07), o Palácio do Planalto confirmou que Jair Bolsonaro testou positivo para a covid-19, e quando falou sobre o resultado em coletiva com jornalistas, tirou a máscara diante dos profissionais. Além disso, é importante destacara que desde junho de 2019, o Supremo Tribunal Federal decidiu que o crime de homofobia deve ser equiparado ao de racismo.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!