Jovem é vítima de espancamento e pedradas por ser lésbica e usar barba!

Mais um caso envolvendo violência contra a comunidade LGBT. Desta vez, com uma jovem lésbica de 21 anos. O caso aconteceu na última sexta-feira (03/10), enquanto ela saía da pousada de sua mãe, onde trabalha, em Mongaguá, no litoral de São Paulo. Preferindo não se identificar, a vítima alega ter sido atacada com pedradas, chutes e diversos xingamentos homofóbicos.

Ela conta que, enquanto estava subindo uma passarela, que fica sob a rodovia Padre Manoel da Nóbrega, foi atingida por uma pedrada, o que a fez logo cair no chão. Nesse momento, um homem, que segundo a vítima aparentava ter menos de 30 anos, começou a agredi-la. “Eu consegui proteger a minha cabeça e ele começou a chutar a minha costela, a minha coxa. Ele me xingava de ‘sapatão’ e ‘veado'”, disse em entrevista ao site G1. “falava que eu tinha que morrer, que os homossexuais estão estragando tudo e que não é o que Deus quer para o mundo”, acrescentou.

Um outro homem que passava de bicicleta pelo local, impediu que a jovem fosse agredida ainda mais. O agressor logo saiu correndo e não foi mais visto. Após a agressão, ela tentou prestar queixa em duas delegacias, mas sem sucesso. “Fui a duas delegacias e não consegui prestar queixa. Falaram que eu devia ir à Delegacia da Mulher. Lá, falaram para eu voltar na segunda-feira. Eles viram a cara para esse tipo de crime”, diz ela. A vítima têm certeza que a agressão foi movida por homofobia, já que a mesma costuma usar barba e vestir roupas masculinas.

Confira duas fotos da jovem com hematomas…

homofobia-pheeno-foto-divulgação

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!