Cientistas defendem masturbação no trabalho para aliviar estresse

Masturbação é algo que praticamente todo mundo faz, mas poucas pessoas têm coragem de falar. Assunto rejeitado em mesas de bar com pessoas muito próximas, agora o tema pode chegar ao seu trabalho – sim, isso mesmo.

Cientistas dos Estados Unidos realizaram uma pesquisa publicada na revista Ravishly no qual concluíram que a prática, quando realizada durante o expediente de trabalho, pode relaxar e desestressar. Psicólogos entrevistados pelo jornal britânico “Metro” confirmaram a informação de que a prática pode ter efeitos muito positivos.

Em meio ao polêmico debate, uma empresa em Nova York começou a oferecer cabines com wifi para que os funcionários pudessem “aliviar” um pouco a rotina do escritório. Outro dado recente aponta que 40% dos trabalhadores de NY se masturbam no banheiro da firma. Mas não se apresse em botar o estudo em prática.

egundo o advogado e professor de Direito, Marcelo Melo, a masturbação durante o expediente e no ambiente de trabalho pode causar demissão por justa causa. “O artigo 482, alínea ‘b’ da CLT deixa claro que ‘constituem justa causa para rescisão do contrato de trabalho pelo empregador: incontinência de conduta ou mau procedimento'”, afirma.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!