BH: Homem mata amante travesti por vergonha da esposa e amigos

A travesti Mirella de Carlo, de 29 anos, morta em fevereiro deste ano, foi executada, segundo a Polícia Civil, porque Caio César Viana de Almeida, de 39, apontado como responsável pelo crime, temia, por vergonha de manter esse tipo de relacionamento, que familiares e amigos descobrissem que ela tinha relações sexuais com a vítima.

Segundo a delegada Adriana Rosa, o crime não estaria caracterizado como transfobia. “Não ficou caracterizado como um crime em razão de homofobia [sic]. O que o autor alega é que houve um desacordo comercial, não tem nada que ele tenha dito sobre aversão. Ele, inclusive, usava de serviços sexuais de travestis”, disse Adriana em entrevista ao site “EM”.

Durante as investigações, Caio César disse que se negou a pagar o valor do programa cobrado por Mirella, que ameaçou chamar a polícia para o cliente, na tentativa de receber. “Segundo ele, após a realização do programa, houve um desacordo comercial e a vítima supostamente iria acionar a PM. Ele (estava) preocupado com a consequência disso, que seria sua exposição com relação à companheira dele, que estava grávida, no final da gestação, e dos amigos dele, que também teriam ciência de que ele mantinha envolvimento com travestis.”

Após se negar a pagar o valor cobrado, o homem atacou a vítima. “Ele a golpeou com um mata-leão e a teria asfixiado com esse golpe. Mas a vítima foi localizada caída no quarto dela com uma toalha envolta no pescoço”.

Caio César Viana de Almeida foi indiciado por homicídio de motivo torpe, quando não se é permitido a defesa da vítima. O homem já está preso e permanecerá recluso aguardando julgamento. Ainda segundo a delegada, um homem identificado Rafael Eloy Correa também foi indiciado no inquérito, suspeito de ter comprado produtos que foram furtados da vítima por Caio.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!