Tribunal federal dos EUA barra veto do governo Trump a militares transgêneros

O Pentágono não pode botar em prática a proibição da administração Trump de vetar militares transgênero, de acordo com uma decisão preliminar do tribunal federal do Distrito de Columbia divulgada nesta segunda-feira (30/10).

A juíza Colleen Kollar-Kotelly não vetou toda a diretiva do governo sobre esse tema, mas atacou especialmente os itens que falam do ingresso e da retenção de soldados trans nas tropas americanas. Trump surpreendeu em julho, ao anunciar no Twitter que as pessoas trans não poderão mais servir em nenhuma Força, voltando atrás no plano aprovado por seu antecessor, Barack Obama.

Segundo o “Washington Post”, a decisão de Kollar-Kotelly manteve, no entanto, que esses militares não terão direito a cirurgia de readequação, conhecida popularmente como “cirurgia de mudança de sexo”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!